Descubra Por Que Pintar o Cabelo Não é Modinha

Você pinta o cabelo em casa ou pinta somente no salão ou é você que pinta o cabelo dos outros ou você pinta o seu próprio cabelo. Seja qual for o seu pintar de cabelo, o vídeo abaixo é para você.

 

A jornalista Amanda Santos, do canal @Mais Psicologos, fala sobre a história da pintura dos cabelos e do movimento que ela representa. Clique no play abaixo para saber mais sobre por que pintar o cabelo não é modinha.

 

 

A duração do vídeo é de 8 minutos e 3 segundos. Obs: Você pode aumentar a velocidade do vídeo no icone Detalhes.

Leia também o nosso post Saiba Isso Antes de Passar Óleo de Rícino No Seu Cabelo

Transcrição do Vídeo (Áudio do Vídeo)

00:00 E aí Você pinta o cabelo em casa ou Você

00:02 pinta somente no salão ou você pinta o

00:06 cabelo dos outros Você pinta o seu

00:08 próprio cabelo seja qual for o seu

00:11 pintar de cabelo Esse vídeo é para você

00:20 olá eu sou Amanda Santos jornalista e

00:23 hoje a gente vai tentar entender Por que

00:26 que é tão importante o pintar ou não os

00:29 cabelos para começar essa nossa conversa

00:31 é legal deixar claro que existe

00:33 comprovação científica de que nós

00:36 humanos nós pessoas começamos a pintar

00:39 os cabelos ainda na era paleolítica ou

00:42 seja aquela primeira primeiro momento da

00:44 nossa história como Humanidade para você

00:47 entender é esse período da humanidade

00:50 que era paleolítica ela é se encerrou há

00:53 mais de 10.000 anos atrás Ou seja faz

00:56 tempo para os nossos parentes Prime

01:00 o quê lá das cavernas eles usavam óxido

01:03 de ferro que eles encontravam na terra

01:05 para pintar a casa causa né para casa

01:08 pintar um lugar onde eles moravam

01:10 pintavam tecido os instrumentos que eles

01:13 usavam e até mesmo uma pele quando com

01:14 esse Office do que eles achavam na terra

01:16 mas eles começaram então usar nos

01:19 cabelos ou seja há muito tempo atrás da

01:22 pintar vamos os nossos fios podem

01:25 existir vários motivos a tem estudiosos

01:27 pesquisando sobre isso tempo inteiro mas

01:29 eu fico a gente tem de concreto até

01:31 agora que a gente começou a pintar as

01:32 cabeças né os pintar os cabelos para

01:35 diferenciar as tribos para procure uma

01:38 associação com uma proteção divina e até

01:41 com o cura de algumas doenças para

01:43 demonstrar status social e para segregar

01:46 algumas pessoas no início do Império

01:48 Romano por exemplo as prostitutas elas

01:51 eram obrigadas a ter o cabelo tingido de

01:53 amarelo então algumas usavam perucas

01:56 outras pintavam de fato seus cabelos mas

01:59 elas eram

02:00 se diferenciar através do da cor do

02:03 cabelo na sociedade mais fato é que tudo

02:06 começou de uma curiosidade em se

02:08 diferenciar nos demais e de melhorar o

02:11 próprio corpo lá no comecinho da nossa

02:14 história já tinha uns impulsos aí uns

02:17 indícios de um interesse nosso em seu

02:20 diferentão do grupo sabe e de querer

02:23 também mudar a nossa própria natureza

02:25 isso tudo Eu tô falando com base em

02:27 estudos sociológicos e antropológicos tá

02:30 inclusive nos anos 70 tem um antropólogo

02:33 é deixa eu falar o nome dela aqui ajuste

02:35 Nicole que ela fala sobre o quanto a uma

02:37 humanidade desde os tempos deixa usar

02:40 frase entre aspas certinha dela desde os

02:43 períodos mais temos tende a considerar o

02:46 corpo humano como uma escultura

02:48 primordial e nós não gostamos muito do

02:51 que nós vemos então por isso essa coisa

02:53 de querer melhorar o tempo inteiro sabe

02:55 mas a gente vamos lá eu consigo ver

02:57 essas motivações que eu citei aqui antes

02:59 eu

03:00 a cada muito hoje da gente querer pintar

03:02 o cabelo para diferenciar grupos né

03:04 diferenciar povos sociedade e Pequenos

03:07 Grupos entre nós mesmo também por status

03:10 social mas enfim eu consigo ver o quanto

03:13 a gente recorre quando a gente procura

03:14 tinta é permanente ou temporária por

03:18 essas mesmas motivações ou vai dizer que

03:21 você também não pinta o cabelo porque

03:23 você quer se diferenciar de alguma forma

03:25 ou porque você acredita que isso passa

03:28 uma diferença uma ascensão social de

03:31 alguma maneira no grupo onde você onde

03:33 você atua Pensa em um pouquinho como que

03:36 é quando você ver uma pessoa com cabelo

03:37 desbotado mesmo que não tem uma tintura

03:40 se o cabelo natural da pessoa ele não tá

03:43 ali é bem tratado bem cuidado e aí você

03:46 vai falar mais Amanda não é uma questão

03:48 de Tim tura mas a gente associa também a

03:51 cor né a gente pega o quanto a cor do

03:53 cabelo de repente um cabelo meio

03:55 queimado de sol que tá esgotado como que

03:58 a gente enxerga esse cabelo

04:00 é uma pessoa que está começando a ter os

04:02 fios grisalhos como que a gente enxerga

04:04 o cabelo que fica mais ressecado aquela

04:08 coisa que fica meio desigual uma parte

04:10 tá tá Branca outra parte vai ficar meio

04:12 amarelada como que é isso a pessoa que

04:15 tá passando pela transição para começar

04:18 a ter os fios grisalhos é lá no

04:20 realmente vive um terror né É difícil

04:22 uma pessoa bem resolvida em ser grisalha

04:24 normalmente é ou eu vou recorrer a

04:27 tintura para esconder os fios brancos ou

04:30 eu vou de fato acelerar o processo e vou

04:33 deixar tudo logo embranquecido a

04:36 diferença que eu consigo ver que hoje a

04:38 gente tem uma pelo uma necessidade maior

04:40 de querer ajustar o nosso corpo inteiro

04:43 tempo inteiro sabe em querer melhorar o

04:46 nosso corpo e tirei corrigir erros né

04:49 porque erros que eu digo porquê né a

04:51 gente tem que contestar o ponto até erro

04:53 ou não mas a gente acredita a gente olha

04:56 para nós enxergando defeitos e a gente

04:58 quer corrigir eles o tempo

05:00 e a gente não aceita aquilo que é nosso

05:03 que é diferente Ou a gente quer eu tento

05:06 interessar dentro de um padrão É verdade

05:09 então eu acrescentaria aí numa motivação

05:11 moderna para gente pintar os cabelos uma

05:14 necessidade de corrigir algo que a gente

05:16 acredita que não está bom a esse meu

05:19 cabelo é muito apagado eu preciso pintar

05:21 aí eu acho que esse esse tom não

05:24 representa a força não representa a

05:27 riqueza que que eu sinto que eu quero

05:30 passar que eu quero que a minha imagem

05:32 Deva passar ou a esses meus fios brancos

05:35 são muito desiguais alguma coisa meio

05:37 não tá uniforme eu preciso também

05:39 corrigir esse problema entende são os

05:43 vários fatores né inclusive e desejo os

05:45 criados na gente pensa em nas

05:47 propagandas que você assiste ultimamente

05:49 vamos pegar só o último mês e eu não tô

05:51 falando de propaganda de vendas

05:53 estrutura para cabelo tá eu tô falando

05:55 de todas as propagandas que a gente tem

05:58 acesso e que mostram pessoa

06:00 é que tá todo mundo com alinhado né tá

06:02 tudo sempre muito certo o tom do cabelo

06:05 é Vivo é uma coisa muito uniforme é tudo

06:08 muito muito controlado e a real é que a

06:12 gente não tem tanto controle assim sobre

06:14 os nossos fios Como olhar as a gente não

06:16 tem controle sobre o monte de coisa né

06:18 daí Você pinta o cabelo mas os fios

06:21 ainda estão desalinhadas Então você

06:23 precisa de um produto específico que é

06:25 para domar os fios só que você domou mas

06:29 aí o cabelo tá sem brilho Então você tem

06:31 outro tipo de tratamento só para repor

06:34 brio Mas Amanda qual é o problema em um

06:37 querer no meu cabelo saudável problema

06:40 nenhum se a questão estivesse de fato em

06:43 você querer um cabelo saudável quando na

06:47 verdade você quer tudo que está por trás

06:49 do que o cabelo saudável representa que

06:52 muitas vezes um cabelo saudável e real e

06:55 a gente tem um agravante de não está no

06:57 satisfeito nunca com a nossa própria

06:59 imagem ou

07:00 e o que isso não satisfeitos Com que É

07:02 de fato natural o que é nosso com que

07:05 vem da gente né Essa combinação única

07:07 que a gente tem dos tipos de melanina a

07:09 eu melanina e a few melanina te aviso eu

07:12 falei certo pera aí a few melanina isso

07:15 mesmo que cria para gente esse essa cor

07:19 única que não somos que cada um é a

07:22 tecnologia estética usada para correção

07:25 é um ganho maravilhoso para nós para a

07:28 humanidade mas essa mesma tecnologia

07:30 usada sem medida para cobrirem

07:33 satisfação emocional é um erro vazios

07:36 emocionais a gente preenche se

07:39 conhecendo melhor e se você gostou desse

07:41 vídeo continuar aqui que vai aparecer um

07:43 outro na tela para você continuar essa

07:46 nossa reflexão que a gente começou que é

07:48 importância de você conhecer você mesmo

07:51 até mais é

 

Descubra Por Que Pintar o Cabelo Não é Modinha