Conheça Uma Técnica Para Fazer Um Corte Pixie Curto e Desconectado

Conheça as técnicas do artista cabeleireiro Paulo Freitas para fazer um corte Pixie curto desconectado.

 

Ficha Técnica:

Apresentação: Paulo Freitas
Modelo: Vânia Mazzoni
Make: Bete Freitas
Figurino: Rosana Camargo Store
Produção: Alma de Gato Filmes
Coordenação de produção: ComunicaZan

 

Clique no play abaixo para conhecer todos os detalhes da técnica do corte pixie. A duração do vídeo é de 15 minutos e 8 segundos. Obs: Você pode aumentar a velocidade do vídeo no icone Detalhes.

Leia também o nosso post 5 Dicas Para Cabelos Cacheados Perfeitos por Rodrigo Cintra.

Transcrição do Vídeo (Áudio do Vídeo)

00:21 Olá como vocês estão? Tudo bem? é um prazer ter vocês novamente para gravarmos esse programa que

00:29 hoje promete estar muito especial, estou de novo aqui com a minha querida Vânia “bonita” Mazzoni

00:34 que cortou o cabelo curto, mas achou que não era o suficiente, falei assim então “Vamos um

00:39 gravar o próximo corte” que a gente tem aqui de especial é mostrar para vocês um pixie cut,

00:50 que é um corte mais curto, as pessoas dizem “Paulo isso é moda ainda?” Quando tem uma tendência que

01:01 vira moda essa moda ela pode virar um clássico, se tornar um clássico e esse cabelo curto pixie cut

01:08 ele já é um clássico, né? É para quem gosta, é para quem tem atitude, para quem é usado,

01:15 para quem gosta de mudar, se transformar, né? E ele pode ser feito de várias maneiras e

01:21 precisa ter técnica claro que isso a técnica, mas fundamentalmente quando se trabalha com arte nosso

01:31 colocamos aqui muito sentimento ou seja quantas tesouradas quando se vai desfiar um cabelo? Corto

01:39 ele todo com a tesoura normal e depois desfio? Eu costumo pular alguma etapa porque eu tenho a

01:45 confiança de que só com a minha desfiadeira que é um instrumento de trabalho incrível eu consigo

01:51 dar esse resultado, mas eu tenho que sentindo cada cabelo é um caso diferente ele tem uma quantidade

01:58 de fios ele tem uma textura diferente e é isso que confere a grife, nem um cabelo é igual o outro,

02:04 nem um corte fica exatamente igual ao outro mesmo que você trabalho pelas mesmas técnicas, pelos

02:10 mesmos processos, o que difere o que dá o único o exclusivo é a textura, é o formato da cabeça, é o

02:19 rosto da cliente. Certo Vânia “bonita” Mazzoni? Vamos lá me acompanha aqui então, aqui vamos

02:26 começar pela nuca e deixar esse cabelo bem curto, né? Mas de forma já desfiada, aqui

02:35 os meus movimento é desfiar bem e de observação quando eu ver que ele já está numa quantidade, num

02:44 tamanho bem bacana é que eu vou mudando as camadas e é de sentimentos eu vou observando aqui quando é

02:53 que ele tá no tamanho ideal, apesar do cabelo dela já está curto ainda tem muito que se fazer aqui,

03:00 em termos de beleza e de qualidade, não é radicalizar por radicalizar, né? É dá um cabelo

03:07 bonito e pronto. Basicamente todo o corte eu vou fazer com uma desfiadeira vindo aqui pra lateral,

03:39 meus movimentos precisam ser preciso, eu não posso perder muito tempo nas entrelinhas, dividir cabelo

03:46 é uma questão de habilidades a gente já treinar bem para ficar bonito enquanto a gente trabalha,

03:51 profissional eu sempre digo além de ser um artista que esculpe quando corta, que modela

04:00 quando penteia, e que pinta quanto colore, ele atua enquanto ele trabalha. E essa atuação faz

04:10 uma grande diferença, faz com que a cliente sinta que ele está seguro naquilo que ele está fazendo,

04:15 então mostrar os movimentos já de qualidade de trabalho, enquanto você trabalha, enquanto ela

04:23 olha para o espelho é fundamental, afinal de contas o jeito de fazer é super importante.

04:40 E com a desfiadeira gente vai trabalhando de maneira que você vai sentindo quanto é que

04:47 você quer tirar e aqui é realmente a gente vai deixar mais curto, sem assustar modelo,

04:54 que cada vez que eu falo mais curta ela dá uma risadinha, sempre sentindo os detalhes,

04:58 os tamanhos, os movimentos. Porque um cabelo curto não significa que ele não tenha movimentos,

05:07 você pode cortar o cabelo bem curtinho e ele sempre vai ter ainda alguns desfiados,

05:14 alguns pontos que é o que dá o embelezamento da linha do corte para o rosto, por isso que eu digo

05:22 que é de se ter uma sensibilidade, terminando aqui com a desfiadeira,

05:28 eu vou criar os detalhes com a navalha as pessoas, a cliente às vezes tem medo desse instrumento,

05:37 mas se ela estiver nova a “navalhete” como eu já disse, é um instrumento maravilhoso

05:46 para se trabalhar, ele não raspa queratina, ele realmente corta e cria ângulos incríveis. Aí eu

05:54 venho aqui no cantinho da orelha eu busco os fios mais longos aqui, olha! E com muita suavidade

06:01 com muito jeitinho e faço aqui a volta da orelha. Olha que bonito, para criar movimentos incríveis.

06:20 E aí com suavidade já faz todo u, acabamento, com a delicadeza e a suavidade. Chegamos finalmente

06:30 aqui no topo da cabeça e nós estávamos conversando ali, eu disse para ela que eu deixaria esse cabelo

06:36 muito muito curto, mas foi mais uma pegadinha, né? A beleza de uma linha pixie é você poder

06:46 criar vários movimentos aqui nessa parte da franja e pode ser muito curto realmente,

06:53 uma franjinha curtíssima fica lindo, mas nesse caso aqui a gente vai deixar a franja um pouco

06:59 mais longa para fazer uma composição, vai ficar muito bonito, vamos pega agora a tesoura normal,

07:10 que não é a desfideira e nem nada e a partir daqui do topo da cabeça nós vamos dividindo,

07:20 levantando e cortante seguindo, mais ou menos a orientação das mechas daqui

07:30 de trás e a cada nova mecha que eu pegar eu vou fazer uma pequena viagem

07:39 daqui da raiz, trazendo para trás para que ela vá ficando cada vez mais longa, no sentido da

07:50 franja ou seja começa a curtinho aqui e vai se alongando na direção do rosto. E a cada nova mecha

08:06 o movimento ele é cada vez maior e a cada mecha ele está cada vez mais projetado para se ter um

08:18 comprimento na franja maior, não enorme, menor do que ela já tinha, mas um bom movimento.

08:34 Dá para sentir de todo o cabelo ele tem uma conexão de tamanho, tanto da parte está bem

08:51 curto e que vai crescendo e que vai se projetando aqui na direção do rosto que ainda vamos cortar, a

08:59 gente vai aliviar deixar leve mas dá para perceber essa desconexão, mas com muito cuidado voltamos

09:09 aqui para a desfiadeira e agora sem se preocupar muito com as divisões das mechas, pegamos todo o

09:16 cabelo vamos trabalhando para deixar mais leve tá deixar fluídico com movimentos.

09:29 Até aqui por incrível que pareça não tem nada de muito artístico nessa linha tudo

09:36 que nós fizemos até aqui é tudo muito técnico, quando eu consigo aliar arte,

09:42 criatividade e conhecimento eu tenho sempre um trabalho que está mais levado para o universo

09:50 da grife né? E é aquilo que nós buscamos, tanto nosso cabeleireiro, tanto nós clientes

09:56 buscamos de um bom resultado de segurança e de beleza. Então depois de ter desfiado nós

10:04 vamos trabalhar agora os detalhes, a Vânia usa o seu cabelo daqui da esquerda para a direita,

10:09 tá certo? É isso mesmo? Então eu posso brincar com esse lado que ela usa penteando a franja

10:18 da direita para a esquerda e criando um ângulo profundos, que vem aqui do cantinho da sobrancelha

10:26 e a gente vai deslizando para que a franja ela tem a projeção de tamanho, ou seja vai estar

10:33 curta aqui bem curta aqui e mais longa lá para o final e depois a junção de tudo isso é uma beleza

10:43 é muito bonito, porque dá para fazer diversos looks, diversos penteados, ela pode mudar a franja

10:49 colocar ela para o alto que dá esse mistura tudo e essa diferença não se percebe mas só é possível

10:55 de perceber que ficou maravilhosamente lindo quando ela coloca esse cabelo para

11:00 frente escova e mostra todos os resultados de desfiados que nós realizamos, a mesma forma aqui

11:09 e descemos a navalha e criamos os desconectados, em meio todo essas pequenas loucuras de desfiado

11:18 de conexão é importante você perceber que quando você pega esse cabelo e você junta ele todo aqui,

11:27 ele tem que estar impecável, impecável! Não pode ter diferenças, isso é o que difere,

11:35 isso é o que nos aproxima daquilo que eu já comentei que a grife, que é a alta-costura,

11:42 né? Se trouxer aqui por nosso universo do bem feito, do mano faturado, é muito bem acabado,

11:52 olha! Não tem pontas, é um cabelo bem trabalhado, ele não pode ser só louco, ele tem que ser muito

11:58 bem executado e muito bem trabalhado. fica uma dica aí para os meus queridos cabeleireiros

12:04 e para minhas clientes entenderem como que é esse processo, como que é esse universo,

12:12 quando trabalhamos com a maquininha para fazer a finalização nós não marcamos o pé do cabelo

12:26 cortando em linha reta, mas levantamos o cabelo e cortamos por baixo e depois

12:32 penteamos por cima para que o cabelo tenha esse desconectado esse desfiadinho bonito no final,

12:38 e não fique marcado parecendo um corte masculino, isso faz uma grande diferença.

12:58 Se nós fizemos uma linha de corte que tem uma projeção mais longa,

13:08 seja para qualquer um dos lados, é fundamental que você faça a escovação a finalização no mesmo

13:16 sentido da linha do corte que você fez, pouca quantidade espalha bem por entre os dedos e

13:24 vá limpando a mão no cabelo para você ir percebendo o resultado e cuidando para

13:33 que todo o cabelo recebo proporções iguais dos finalizadores, usar aqui um pouco de fixador,

13:46 suavemente olha o que você está fazendo e aonde você vai colocar esse produto, pouca quantidade.

13:54 E aí? que vocês acharam? Tá bonito? vocês gostaram? e vai no meu canal curte, compartilha

14:06 e dá um joinha lá! Tá bom? É importante para mim, é importante para a divulgação do nosso trabalho,

14:13 para que as pessoas conheçam e se inspire. Outras mulheres que às vezes tem um pouco

14:19 de preocupação com as mudanças, se inspire faz fotos, depois deixa crescer de novo se quiser,

14:25 mas num dado momento da vida faça coisas diferente, faça coisas coisas bonitas,

14:30 coisas que te projetem, que te deixe para cima. Tá bom? Vamos mostrar para Vânia agora como ficou!

 

Conheça Uma Técnica Para Fazer Um Corte Pixie Curto e Desconectado